14 de dez de 2010

Tempo

O Pelelê está dando um passeio com o papai, num belo dia de sol, quando começa a chover do nada.

- Pá, sol forte com chuva. Isso é o aquecimento global, é?

26 de nov de 2010

Profissões

Pelelê está fazendo uma tarefinha da escola e precisa desenhar o que deseja ser quando crescer, mas está na maior dúvida.

- Filho, que tal ser um astronauta?

- Não.

- Então, um criador de jogos para videogame?

- Não.

- Hummmm, e jornalista, igual a mamãe?

- Você é louca! Jornalista trabalha muito, não tem feriado, só chega tarde em casa e ainda tem a sexta-feira!

- Sexta-feira?

- Esqueceu, mamãe? Aquele dia em que você só chega em casa no outro dia!

20 de out de 2010

TDAH

É hora do almoço. Papai e mamãe estão conversando sobre TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade), enquanto o Pelelê está brincando por perto.

Mais tarde, quando o papai vai buscar o Pelelê na escola, faz um comentário sobre uma travessura do filhote:

- Filho, você é mesmo um "cachorro da mulesta"!

E o Pelelê responde, de pronto:

- Você não queria dizer um "TDAH da mulesta", não?

15 de out de 2010

Chatice

É de manhã bem cedinho e papai já acorda torrando a paciência da mamãe.

Ela para um pouco, olha para o Pelelê e pergunta:

- Filho, seu pai já nasceu chato assim ou é a velhice?

- Mamãe, todos os velhos são ranzinzas!

17 de set de 2010

Internet

Mamãe comenta com o Pelelê sobre um desenho animado em 3D que viu no intervalo da novela.

- Pê, esse desenho é bem bacana e vai passar hoje na TV de novo, mas agora pela manhã.

- Como você sabe disso?

- Eu li na internet.

- Mã, você ainda não sabe que nem tudo o que está na internet é verdade?

12 de set de 2010

Pensando grande

Pelelê vai participar de uma mostra cultural na escola, e mamãe precisa dar uma mãozinha no trabalho.

- Pê, acho que a gente poderia pegar uma lata de leite em pó, cobrir com papel amarelo, vermelho e verde e fazer um tamborzinho! O que você acha?

- Não gostei.

- Não? E qual a sua ideia?

- Eu quero uma maquete da África!

Dois amores

Mamãe e papai conversam sobre a poligamia na África do Sul. O Pelelê está do lado, brincando com um de seus vários dinossauros.

Ele interrompe um pouco a brincadeira e pergunta:

- Mã, se a pessoa casar com duas mulheres na África, ela pode voltar para o Brasil?

- Por que você quer saber isso, Pê? Você agora só tem um amor, que é Isabella, não é?

- Mã, Isabella é o meu amor, mas agora tem também a filha da professora, sabe?

- A filha da professora, Pê?! Você a conheceu na escola?

- Não, mã, eu só vi uma foto e estou apaixonado. Agora, gosto de Isabella e da filha da professora! Mamãe, a pessoa pode ou não pode casar com duas mulheres na África e depois voltar para morar no Brasil?

23 de ago de 2010

Novo amor

Mamãe está no meio do supermercado com o Pelelê. Toda lânguida, dá um abraço no filho e sussurra:

- Eu te amo, Pê.

- Eu também te amo, mamãe, mas você não é mais a número 1.

Sem entender direito, mamãe insiste:

- Mas eu não sou o amor da sua vida, filho?

- É, mamãe, mas não é mais a número 1, fala o Pelelê, categórico.

Mamãe enxuga uma lágrima que escorre pelo rosto. O papai olha a cena sem entender nada, e o Pelelê continua:

- Mamãe, você sabe... A novata...

- Que novata, filho?

- Mamãe, Isabela, a menina nova da minha sala, lembra?

Mamãe relembra que o Pelelê havia comentado sobre uma menina nova na turma, mas não tinha levado a conversa muito a sério.

- Mamãe - encerra o Pelelê. Isabela agora é a número 1. E você, talvez, você seja a número 2.

10 de ago de 2010

Super sincero

Mamãe termina de se maquiar para ir ao trabalho e procura a aprovação do Pelelê:

- Filho, eu estou bonita?

- Sim. Mas por que você está usando máscara, mamãe?

9 de jul de 2010

Vício

Pelelê brinca com o playstation, enquanto o papai assiste a um programa na televisão.

Filho, você ouviu o que passou agora na tevê?

- O quê, pá?

- Criaram uma clínica para tratar criançar viciadas em videogame.

- Aqui no Brasil?

- Não, na Inglaterra, filho.

- Ufa! Que alívio!

6 de jul de 2010

Férias

É um domingo e mamãe argumenta com o Pelelê que ele não poderá brincar com o playstation no dia seguinte.

- Por que, mã?

- Porque amanhã é segunda-feira e você só pode brincar com o videogame nas terças, quintas e no final de semana. Lembra?

- Ah, então eu posso brincar amanhã sim, mamãe.

- Pode não, filho!

- Posso sim. Eu estou de férias e férias são vários finais de semana juntos. Você não sabia?

15 de mai de 2010

Pronúncia

Empolgado com as aulas de inglês, Pelelê resolve testar a mamãe.

- Mã, como é cachorro em inglês?

- Dog.

- Errado, mamãe.

- Mas está certo, filho!

- Está não. Você falou "dogui", com G-U-I! O correto é "dog", só com G, entende?

A mamãe fica calada e o Pelelê arremata:

- Mas não fique triste. Você fala "São Braz" muito melhor do que eu.

Supermercado

Pelelê e mamãe estão passando em frente a um supermercado.

_ Mamãe, no Bompreço tudo é muito caro, né?

- Hum, hum. É sim, filho.

- Então, o nome está errado. Deveria se chamar "Maupreço".

1 de mai de 2010

Números romanos

A família está passeando pelas cidades históricas de Minas Gerais. Em Ouro Preto, visitam o Museu do Oratório.

Em dado momento, o Pelelê pergunta:

- Mamãe, o que é xis xis?

-Xis xis? Ah, filho são algarismos romanos. Lembra? Mamãe já explicou uma vez para você. Um xis é 10. Dois xis juntos representam o número 20. Um X, um V e três letras I juntas, 18. Aqui, significa século 20, entende?

Enquanto vai explicando cada número, mamãe sempre pede para o Pelelê ter cuidado com as peças:

- Cuidado, filho. Não mexa aí! A gente não pode tocar nesses objetos.

Logo depois, para testar o Pelelê, mamãe pergunta:

- Filho, e essa peça aqui, é de qual século?

Sem titubear, o Pelelê responde rápido:

- Século do Não Mexa!

Infinito

Pelelê chega no quarto e pergunta:

- Mamãe, qual é o símbolo do infinito?

- Do quê, filho?

- Do infinito, mamãe.

- Ah, sei não. Você sabe?

- Claro, bobinha. É um oito deitado.

31 de mar de 2010

Poste

Pelelê chega para o papai e pergunta:

- Pá, por que alguém iria querer vender um poste?

- Um poste?

- É, Pá. No poste aqui em frente do nosso prédio, tem uma placa: Vende-se. Por que alguém iria querer comprar um poste?

11 de mar de 2010

Torcida

Mamãe vai assistir a uma partida do treino de futsal do Pelelê e se empolga na torcida pelo filhote:

_ Isso, Pê! Vai, Pê, chuta agora! Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaai! Quase que era gol! Uau! Vai, corre agora!!! Isso, vamos ganhar logo, vai!!!

Após a partida, mamãe e Pelelê seguem abraçados na saída da escola.

- Mamãe, você me assustou com aquela gritaria toda, sabia? Assustou até o meu professor!

7 de mar de 2010

Pão

- Mã, você já comeu pum de pão?
- Não.
- E pão de pum?, já?
- Também não.
- Já sim. Você já comeu, sim, fala o Pelelê!
- Por que você diz isso, filho?
- Você lembra, a levedura... Lembra-se?
- Não, Pê, não lembro mesmo.
- Você lembra o que a levedura faz no pão, mamãe?
- O que é a levedura?
- Aquele micróbio. A levedura é um micróbio que come a massa do pão e depois solta um pum. Você ainda vai comer pão, mamãe? Vai?

28 de fev de 2010

Combinados

A família está voltando de uma festa, quando o Pelelê decide tirar uma dúvida com a mamãe:

- Mã, existe uma caixa de vidro com todos os combinados da Terra?

- Como, filho?

- Uma caixa de vidro com todos os combinados do planeta Terra, mamãe! É isso o que eu quero saber. Existe?

- Mas o que são combinados, Pê?

- Combinados, mamãe. A força da gravidade e esse tipo de coisas.

- Força da gravidade? Você está falando do quê, filho? Não estou entendendo.

- Os combinados, mã, de como o planeta Terra funciona.

- Hum, você quer saber das regras sobre o funcionamento da Terra, é isso?

- Isso mesmo, mamãe! Existe uma caixa de vidro, com uns papeizinhos e todos os combinados do planeta Terra?

- Hum, acho que não, filho.

- Humpf, que chato, mamãe! Porque, se existisse essa caixa, eu iria mudar o combinado da gravidade.

- Para quê, Pê?

- Ora, eu mudava o combinado da gravidade na Terra e assim a gente poderia ficar flutuando o tempo inteiro. Entendeu?

19 de fev de 2010

Demissão

Mamãe acorda o Pelelê, cedinho da manhã, e ele não quer sair da cama.

_ Filho, levanta, está na hora de ir para a escola!

- Não gosto mais dessa escola, não vou.

- Oxi, claro que vai.

- Mamãe, eu me demiti do Carrossel Prisma. Não vou mesmo

Primeiro Ano

Pelelê está brincando no computador, poucos dias após a volta às aulas, e mamãe começa a fazer perguntas.

- Pê, você está gostando da escola?

- Não muito.

- Por quê, filho?

- O Primeiro Ano é um pouco difícil.

- Como assim, filho?

- Mamãe, no Primeiro Ano tem letra cur-si-va.

- Hummm, resmunga a mamãe.

E o Pelelê completa:

_ E tem uma letra cursiva que é cheia de curvas! Muito difícil mesmo!

17 de fev de 2010

Carnaval

Mamãe compra uma tiara com chifres para o Pelelê, que vai passar o Carnaval no sítio da vovó.

Um dia depois, ela telefona para falar com o filhote.

_ E aí, Pê, teve Carnaval por aí?

- Teve, sim, mamãe, e adivinha do que eu me fantasiei? De cão chupando manga!

Cópias

Pelelê chega para o papai e faz uma proposta inusitada:

- Pa, que tal você comprar uma máquina de fazer cópias para mim?

- Uma copiadora, filho?

- É. Aí você faz cinco cópias de uma nota de R$ 100 e a gente consegue comprar meu playstation.

O papai fica em silêncio olhando para o Pelelê e depois diz que não pode fazer aquilo.

- Por quê, Pa? Isso é falsificação, é?

15 de fev de 2010

Solução

Mamãe está indo para o trabalho e se despede do Pelelê. Na hora do último beijinho, ele fala:

- Mamãe, por que você não usa duas canetas no seu trabalho?

- Duas canetas, filho?

- É. Assim você escreve tudo mais rápido, com as duas mãos, termina logo o jornal e chega mais cedo em casa.

13 de fev de 2010

Jogos

Pelelê quer brincar no computador e pede para a mamãe colocar um jogo de luta e com muita violência.

- Filho, esses games não são legais. Têm sangue, agressões... não prestam.

- Mamãe, se não é para brincar com eles, então porque os homens fazem esse tipo de jogo?

11 de fev de 2010

Tudo vazio

Mamãe passa o final de semana inteiro às voltas com aulas e outras atividades do MBA e não sobra tempo para ir ao supermercado.

Na segunda-feira, Pelelê vai à cozinha procurar alguma coisa para comer - após passar muito tempo brincando - e retorna espantado:

- Mamãe, nossa geladeira parece um deserto!

9 de fev de 2010

Futebol

Pelelê chega da escola e mammãe pergunta como foi a aula de futsal.

_ E aí, filho, como foi o jogo hoje? Foi bacana?

Meio sem querer conversar muito, ele fala:

- Foi. Joguei como goleiro.

- Goleiro? Uau! Que legal! Muito bom, né, Pê?

- Não.

- Ahn? Claro que é bom, filho!

- Mamãe, só colocam no gol quem não joga bem...

28 de jan de 2010

Fim do mundo II

Mamãe está colocando o Pelelê para dormir e ele começa a rezar:

_ Papai do céu, Deus...

- Pê, Deus e papai do céu são a mesma coisa, interrompe a mamãe.

Indiferente à explicação, o Pelelê continua:

- Papai do céu, Deus e todos os deuses do mundo... façam com o que apocalipse nunca aconteça!

17 de jan de 2010

Sem gordura

Mamãe está comentando com o Pelelê que, desde criancinha, ele não gosta de carne.

- Você só gosta mesmo de frango, camarão e peixe, né, filho?

- E também de carne-de-sol, mamãe... Mas sem gordura trans!

Fim do mundo

Pelelê está vendo uns desenhos na TV quando ouve uma palavra que ainda desconhece.

- Mamãe, o que é apocalipse?

- É o fim do mundo, filho, está na Bíblia.

Pelelê faz cara de quem não entendeu direito e mamãe decide pegar um dicionário para explicar melhor o significado.

- Está aqui, Pê: "Apocalipse - O último livro do Novo Testamento e que contém revelações terrificantes acerca dos destinos da humanidade". É isso, filho. Vai acontecer muita coisa ruim e o mundo vai se acabar.

Mal termina a explicação, mamãe escuta um soluço. Quando tira os olhos do dicionário, vê o rosto do Pelelê banhado por lágrimas.

- Pê, o que foi, filho???

- Mamãe (soluço), não dá para impedir? Não dá para impedir o apocalipse?

15 de jan de 2010

Sem dinheiro

Mamãe está numa loja e acaba de dizer outro 'não' a um novo pedido do Pelelê para que compre mais um brinquedo.

- Mamãe, toda vez você me diz que não tem dinheiro. Por que você não sai do seu emprego e vai trabalhar no governo, hein?