26 de nov de 2008

Robô

Pelelê diz ao papai que quer um robô de verdade. Só para ele.

Curiosa, mamãe pergunta:

- Filho, para que você quer um robô de verdade?

- Para ele fazer todas as minhas tarefas da escola enquanto eu fico só vendo televisão.

- Mas, assim você vai ficar burro, muito burro.

- Vou não, mamãe. Você não meu deu uma enciclopédia? Eu 'leio' todinha e vou ficar muito sabido.

18 de nov de 2008

Lição

Mamãe e o Pelelê fazem um fantoche baseado no livro que acabaram de ler (A Tampa do Céu), para levar à escola no dia seguinte.

Mamãe está segurando um papel colorido todo dobradinho, enquanto o Pelelê recorta pequenos quadrados.

Trabalho vai, trabalho vem, mamãe fala:

- Filho, cuidado para não me cortar, viu?

Ao que o Pelelê responde:

- Não se preocupe, mamãe. Eu nunca cortaria você.

- Eu sei, filho, mas tenha cuidado.

- Mamãe, eu te amo. E quem ama não machuca, né?

13 de nov de 2008

Sinceridade

Pelelê leva um empurrão de um coleguinha na escola e revida com uma mordida.

Depois, mamãe pergunta:

- Filho, você brigou hoje na escola?

- Não

- Você mordeu alguém?

- Sim

- Mas filho, por quê você fez isso?

- Mamãe, eu sou um vampiro. E vampiros mordem, né?

7 de nov de 2008

Oração resumida

Todos os dias, mamãe reza com o Pelelê antes de dormir.

Numa noite, ele começou:

- Papai do céu, obrigado pelo meu dia na escola, obrigado pelas brincadeiras e ...... et cétera, et cétera, et cétera, et cétera... Amém!

Orientação

Papai compra uma sapato novo, mostra para o Pelelê e fala, apontando para algo no solado:

- Filho, você sabe o que é isso?

- Sei, diz o Pelelê, é uma bússola. É para você saber onde pisa, né, papai?

4 de nov de 2008

Nomes

Pelelê telefona para o trabalho da mamãe e diz:

_ Tenho uma pergunta para fazer.

Mamãe fala:

- Pode dizer, filho. O que você quer saber?

- Mamãe, por que papel higiênico e guardanapo, a gente não chama apenas de papel limpo? Não é mais fácil? Eles não limpam tudo? Então, 'papel limpo'.

3 de nov de 2008

O mar

Pelelê chega na praia e corre, arrastando a mamãe.

Mal entra na água, abre os braços e grita:

- Vida longa ao mar... e aos vermes!

2 de nov de 2008

Malabarismos

Pepelê vê televisão na sala, enquanto o papai tenta chamar sua atenção.

A concorrência com os desenhos animados é grande, e o papai resolve fazer malabarismos com algumas frutas, para ver se agrada mais.

Não tem muita sorte.

Consegue apenas um olhar atravessado e uma palavra:
- Ridículo!

Paixão

Mamãe conversa com o Pelelê e se derrama toda, completamente apaixonada:
- Filho, quando você me abraça, eu penso que estou no céu!
-Morta?

1 de nov de 2008

Idéias

Pelelê chega no quarto da mamãe, todo atrapalhado, tentando vestir uma camiseta já passada nos anos.

Depois de muita briga com a gola estreita, o Pelelê consegue se vestir e fala:

_Ufa! É porque meu cerébro é muito grande, mamãe. Ele tem muitas idéias aqui dentro, e elas estão crescendo, crescendo, não param de crescer!