29 de dez de 2009

Poema

O Pelelê quer brincar no computador e mamãe pede para ele esperar um pouco, pois ela está escrevendo um poema.

Ele olha e diz:

- Mamãe, por que você não escreve assim: "Os dragões dos tempos passados eram frutos'?

Palavrões

- Mamãe, serpente é palavrão?

- Não.

- Faca?

- Não.

- Bomba de cabeça?

- Não.

- Prego?

- Não.

- Então, por que o Cascão está dizendo tudo isso, com cara de raiva, para o Cebolinha???

Ciência hoje

Mamãe está lendo no quarto e o Pelelê chega, reclamando de uma dorzinha:

- Mami, estou com uma dor no fêmur!

- Ahn???

- No fêmur, mamãe, o maior osso do corpo humano!!!

Sonhos

- Papai, eu quero ser o primeiro prefeito a pisar na Lua, ok???

20 de dez de 2009

Perguntas

_ Mamãe, o que é chimovos, flipães e friuvas???

- Ahn??, pergunta a mamãe e começa a anotar as palavras.

- Eu disse chimovos, flipães e friuvas, mas isso não é em inglês!!! O que é então???

Alternativa

O Pelelê está há um tempão jogando e só enrolando para tomar banho, até que a mamãe perde a paciência!

- Filho, você pega a toalha agora e passa pro banheiro, enquanto eu fico aqui no computador!

_ Humpf! Você sempre escolhe pra mim a pior opção!!!

19 de dez de 2009

Papai Noel 2

Mamãe chega em casa e mostra um pacote ao Pelelê.

_ Filho, você não acredita! Estava na rua, encontrei o Papai Noel e ele mandou o teu presente de Natal!!!

O Pelelê olha o pacote e pergunta:

- É o playstation?

- Acho que não, Pê. O Papai Noel não sabe construir playstation!!

- Mas ele pode comprar na Rihappy, mamãe!!!

Ideias

Papai chega no quarto e encontra o Pelelê brincando com blocos de montar, que ganhou há dois anos.

_ Filho, você tem esse brinquedo há um tempão e só agora se interessou por ele?

_ Eu estava planejando ideias, papai!!!

18 de dez de 2009

Papai Noel

Mamãe pergunta ao Pelelê se ele já escreveu a cartinha para o Papai Noel dizendo o que quer ganhar de presente.

_ Ainda não, mamãe, mas eu quero que ele me dê um playstation!

- Mas, filho, eu acho que o Papai Noel não tem dinheiro para comprar um playstation!!

- Eh, bobinha, ele não compra, ele constroi!!

15 de dez de 2009

Concurso de desenho




O Pelelê ficou em terceiro lugar num concurso de desenho. O tema era: "Amizade, um presente precioso". E ele adorou o prêmio: o tão sonhado videogame!!!

Matemática

_ Mamãe, quando meu pai tinha 10 anos você era um bebê de um ano de idade, não era?

- sim, filho.

- Então, como é que agora vocês estão quase empatados?

-Como assim, Pê?

- Você tem 35 anos e meu pai, 44. Então, vocês estão quase empatados no 5!!!

Inglês

Empolgado porque está de férias, o Pelelê não quer saber de mais nada na vida, a não ser brincar, brincar e brincar.

Num domingo pela manhã, a mamãe interrompe uma das brincadeiras e manda o Pelelê fazer a tarefinha da escola de Inglês.

Irritado, o Pepelê é taxativo:

- Mamãe, eu quero me demitir do Yázigi!

Tese

Seguindo para jantar fora, o Pelelê está danado conversando no carro.

De repente, pergunta se a mamãe tem algum remédio para picadas de mosquitos. A mamãe diz que não lembra e que precisa olhar em casa.

Então, todo sério, o Pelelê fala:

- Mamãe, você sabia que manchas pelo corpo representam que as pessoas ou animais estão prestes a morrer???

Férias

O Pelelê está conversando com a mamãe e pergunta:

- Mamãe, eu não ia entrar de férias dia 11?

- Ia sim, filho.

- E hoje é que dia?

- 13, domingo.

- Hum, então ja faz dois dias! Adeus, aulas, se cuidem! Olá, férias!!!

Regime

O Pelelê chega na cozinha, à noite, e encontra o papai tomando Toddynho e comendo biscoito recheado:

_ Papai, você quebrou o seu regime comendo meu lanche!

- Ah, filho, mas você come isso todo dia.

- É papai, mas eu não estou fazendo regime!!!

7 de dez de 2009

Estrelas

Início de noite, céu estrelado e o Pelelê está na varanda, absorto observando o céu.

Passa um pedacinho de tempo e ele chama a mamãe, apontando as estrelas:

_ Mamãe, aquelas estrelas estão mudando de cor. Fui eu que fiz isso com meus olhos ou é ficção científica?

Fotografias

Pelelê está com a máqina fotográfica da mamãe, fazendo cliques para cá e para lá, em toda a casa.

_ Filho, você gosta de fotografar o quê?

- Tudo, responde o Pelelê. E complementa:

_ Desde que não seja ridículo!!!

2 de dez de 2009

Câmeras

Mamãe está indo para o inglês com o Pelelê, quando ele comenta:

_ Mamãe, quando eu for prefeito por dez dias, vou mandar colocar câmeras em todos os bairros do Brasil.

_ Em todo os bairros, filho?

- Não, em todas as lojas dos bairros.

- Por quê, Pê?

- Mamãe, tem muito assaltante nas ruas. Hum, acho melhor colocar câmeras em todas as lojas, todos os mercados, todos os supermercados...

- Ah, então você vai colocar câmeras em todas as ruas do Brasil e também nas lojas, é isso?

- Não, mamãe, vou mandar colocar câmeras apenas onde tem coisa para o povo comprar! Porque é onde os bandidos vão, entende? E quando eu for prefeito por dez dias, vou fazer isso!

- Mas, Pê, você não tinha me dito que queria ser prefeito só por dois dias?

- Mamãe, em dois dias só não dá para colocar câmeras em todas as lojas e mercados, dá?

Marte

Aproveitando o interesse do filho por astronomia, mamãe resolve ler para ele um livro que fala sobre o Sistema Solar.

Mamãe vai dizendo o nome dos planetas e o Pelelê sempre prestando atenção.

Quando escuta que Marte é conhecido como o "Planeta Vermelho", ele interrompe:

_ Eu Já sabia disso, mamãe. Mas Marte não era vermelho! É que um dragão chegou lá, não gostou da cor branca do planeta e resolveu pintar tudo de vermelho. Aí, veio o Sol, secou a tinta e, pronto, Marte ficou daquele jeito!

Aliens na Lua

O Pelelê está tomando café antes de ir para a escola. De repente, todo solene, ele para.

_ Mamãe, tenho uma pergunta para fazer.

_ Fala, filho.

- Por que dizem que os aliens invadiram a Lua, se eles já moram na Lua?

- Como assim, filho?

- Mamãe,na propaganda de Imaginetx, fala: "Os aliens invadiram a Lua!", mas eles já moravam lá!!!

- Ah, filho, acho que quem fez essa propaganda ainda não sabia disso ou não era tão sabido quanto você!

- É, eu sei disso porque nasci em uma máquina!

29 de nov de 2009

Ciência na sala

Pelelê derruba água no meio da sala, e mamãe manda ele limpar tudo.

Um tempinho depois, mamãe olha e o local está uma bagunça, com o chão ainda muito molhado.

Mamãe reclama e o Pelelê tem uma resposta na ponta da língua:

_ Mamãe, quanto tem muita água,o pano só não resolve. Precisa do sol, não sabia? Porque a água vira vapor com a luz do sol. A água fica 'vaporizada' aí explode e vira vapor...

Inglês

O Pelelê está aprendendo o nome das partes do rosto, na escola de inglês. Um dia, quando assiste a um desenho do Scooby Doo na TV, ele para e vem falar com a mamãe, todo empolgado:

- Mamãe, a Dafne falou Harry Nose!

- Hum, hum, fala a mamãe, sem demonstrar muito interesse.

- Mamãe, ela falou Harry Nose! Harry Nose! Harry Nose!

Mamãe continua sem dar muita importância ao fato, até que o Pelelê perde um pouco a paciência.

_ Mamãe, você não está entendendo, né? O nome dele é Harry Nariz, entendeu agora?

Astronomia

Mamãe está estudando em casa. O Pelelê chega e dispara todo o seu conhecimento sobre astronomia:

- Mamãe, existe algum planeta de fogo? Estou falando planeta, porque o sol não vale, que é uma estrela de fogo. O sol não é um planeta. É amarelo e as outras estrelas são brancas. Mamãe, existe algum planeta que brilha? É que uma vez eu estava no outro apartamento que a gente morava, e eu vi uma estrela muito brilhante no céu, eu acho que era o planeta Vênus. Eu sempre quis conhecer Vênus, mamãe! E finalmente eu vi Vênus!!!

Sem esmero

A família está no carro, quando o Pelelê fala:

_ Mamãe,como é mesmo aquela música da casa? Canta pra mim.

- "Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada..."

Mamãe começa a canção e o Pelelê canta junto até o final:

- "Mas era feita com muito esmero, na rua dos bobos, número zero"

Quando terminam,o papai fala:

_ Filho, você sabe o que é 'esmero'?

- Não, responde o Pelelê.

-Esmero, Pê, é carinho, cuidado, atenção...

Antes que o papai conclua a explicação, o Pelelê, interrompe:

- Então eu acho que essa casa não foi feita com cuidado, papai, pois não tem teto, chão, parede nem lugar para fazer xixi!

15 de nov de 2009

Caneta perfumada

Mamãe está usando uma caneta nova e mostra ao Pelelê.

-Filho, veja! É uma caneta que tem tinta perfumada!

O Pelelê dá um cheiro na folha de papel récem-escrita, olha a caneta, olha a mamãe e fica pensativo.

Depois, fala:

- Mamãe, se a caneta tem cheiro de frutas, então os homens derrubaram árvores que dão frutas para fazer essas canetas. Isso não é ilegal?

Prefeito por dois dias III

o Pelelê fez uma lista grande com as ações para quandor for prefeito por dois dias:

- Que os animais das lojas sejam livres;

- Que todos os carros sejam Kombi;

- Que todas as ruas tenham rampas de skate;

- Que os pais malvados sejam presos;

- Que todos os pais peguem os filhos na escola às 9 horas;

- Que o sítio de vovô vire uma pousada;

- Que os construtores façam casas para crianças pobres;

- Que as crianças levem cilindros de oxigênio quando forem a escola;

- Que tenha televisões grandes na frente dos prédios.

Mamãe lê a lista inteirinha e pergunta:

- Filho, por que as crianças precisam de cilindros de oxigênio?

- Para respirar melhor, né, mamãe?

- Hum, e qual o tamanho dessas tvs que você vai colocar nos prédios? Do tamanho da tv da nossa sala?

- Não, maior, muito maior.

- Quanto maior?

- Do tamanho do prédio, mamãe!

- E para quê você precisa de uma tv tão grande nos prédios?

- Mamãe, eu não sou o prefeito? Então é para que todas as pessoas da cidade possam me ver, quando eu estiver falando com elas, oras!

Prefeito por dois dias II

O Pelelê sempre dá trabalho para ir à escola. Um dia após decidir ser prefeito,porém, ele acorda bem cedo.

Mamãe ainda estava dormindo, quando acordou com um barulho de água no banheiro. Ainda na cama, ela olha e descobre o Pelelê lavando o rosto e molhando os cabelos.

Quando termina, ele passa para o quarto e volta já vestido - com uma calça de moletom e uma camisa branca.

- Mamãe, preciso de uma gravata.

- Uma gravata? Para quê, filho?

- Mamãe, você esqueceu que hoje eu vou ser prefeito por dois dias? E prefeito precisa de gravata, né?

Mamãe concorda e vai buscar o acessório.

Já todo arrumado, dali a pouco o Pelelê volta, mas com um ar preocupado.

- Mamãe,só tem um problema: onde fica a prefeitura?

Prefeito por dois dias I

Mamãe chega tarde do trabalho, mas o Pelelê ainda está acordado.

Empolgado, logo que abre a porta, ele começa a falar rápido:

- Mamãe, sabia que eu vou ser prefeito por dois dias?

- É mesmo, filho?

-É, e até já decidi o que eu vou fazer na cidade, comenta o Pelelê, mostrando o plano de ação para o seu governo.

Antes que mamãe tenha tempo de olhar o papel, o Pelelê continua. Mamãe, acho que eu não quero mais ser prefeito por dois dias não.

- Não? Mas por que, filho?

- Porque agora eu quero ser prefeito para sempre!

- Mas, Pê, para sempre não pode. Tem uma eleição, a pessoa é escolhida para ser prefeita por quatro anos e, se a população da cidade gostar, a pessoa pode ser prefeita por mais quatro anos.

- Mamãe, ninguém me escolheu prefeito, por isso eu vou ser prefeito para sempre!

- Mas, se nao teve eleição, como você virou prefeito?

- Eu ganhei no "pedra, papel e tesoura", lezinha.

Arte

- Mainha, você já me criou alguma vez?

- Eu não estou te criando, filho?

- Não, estou perguntando se você já me criou com papel, lápis de cor, massa de modelar ou gesso.

Ah, você quer saber se eu já fiz alguma arte inspirada em você?

- Isso!

- Ah, fiz não...

Hum, então, você me cria hoje à noite, tá?

Paixão

Mamãe está lendo no quarto, e o Pelelê chega de repente.

Fazendo cara de galã, ele dispara:

- Mamãe, eu te conheço de algum lugar?

- Claro filho, da minha barriga!

- Não, bobinha, do meu coração!

Hamlet

Pelelê está vendo uns desenhos na TV e para um pouco:

- Mamãe, qual o significado de "Ser ou nao ser"? É ser ou não ser vampiro?

Sorte

Mamãe e o Pelelê estão na escola de inglês.

Ao final da aula, a professora do Pê me procura, com ar de preocupada:

_ Hoje eu fiz uma competição na escola, o Pedrinho perdeu e começou a chorar. Eu fui tentar consolá-lo e ele disse que você havia mentido para ele, comentou a professora.

Meio contrangida com a revelação da professora, fui procurar o Pelelê na escola.

_ Pê, tudo bem?

- Tudo.

- Você participou de uma competição hoje na aula?

- Não.

- Mas eu soube que houve uma competição, que você perdeu e começou a chorar...

- Não.

- Mas eu soube que você disse que eu tinha mentido para você. Por isso que você estava chorando.

- É verdade. E você mentiu sim!, resmunga o Pelelê. E continua:

- Lembra que quando a gente ia saindo de casa, tinha uma mudança? E você disse que quando a gente vê uma mudança, tem sorte, né? Pois eu perdi no jogo.

Sem ação, mamãe continua o caminho para casa calada.

Alguns minutos depois, o Pelelê retoma a conversa:

- Mamãe, quanto tempo depois que a pessoa vê uma mudança é que começa a sorte? Uma hora, três horas, um dia, um mês depois? Em quanto tempo a pessoa começa a ter sorte?

- Depende, Pê. Por exemplo. Na semana passada, quando você saiu da aula de inglês, pediu para eu comprar um lanche e mamãe estava sem dinheiro. Hoje, você pediu para eu comprar um lanche, e mamãe comprou duas pipocas para você. Está vendo, então você teve sorte por mamãe estar com dinheiro hoje!

Pelelê fica uns segundos pensativos e fala:

_Ah, então a sorte da pessoa só começa no meio da tarde!

4 de out de 2009

Besteiras

A família está de mudança para um novo apartamento, e mamãe começa a organizar algumas coisas guardadas no armário.

O Pelelê encontra uma caixa azul e decide abri-la. Dentro, ele encontra várias velinhas de aniversário e convites de festa.

-Mamãe, o que é isso nesta caixa?

- Ah, filho, mamãe está colecionando todas as velinhas dos seus aniversários.

O Pelelê não faz nenhum comentário, olha algumas velas, e continua a inspecionar o conteúdo da caixa.

Dali a pouco, encontra algo que desperta a sua atenção.

- E o que é isso, mamãe? - o Pepelê pergunta, exibindo um saco plástico.

Com um sorriso grande, mamãe explica, empolgada:

- Ah, filho, isso é uma lembrança de quando você cortou os cabelos pela primeira vez, foi lá em Patos...

Antes mesmo que mamãe termine a frase, o Pelelê interrompe:

- Mamãe, por que você guarda tanta besteira, hein?

Patrimônio

Mamãe brinca no computador que fica no quarto do Pelelê.

Impaciente, ele aguarda a vez de tomar conta do PC, para jogar

Mamãe demora mais do que o combinado, checando e-mails, e o Pelelê se irrita:

- Mamãe, se você demorar mais um pouco, vou tirar você do meu patrimônio.

- Ahn?

- Sim, mamãe. Se você não me deixar ficar no computador agora, tiro você do meu patrimônio do amor!

Tataravô

O Pelelê está brincando no computador e faz uma pergunta para a mamãe:

_ Sabia que o meu tataravô era um carro?

- Um carro? Como assim, filho?

- É sério, mamãe!

- Mas como você descobriu isso, filho?

- Li no jornal.

- Aaah!

- É sério, mamãe. Li no jornal, na segunda página - em letras bem pequetitinhas.

1 de out de 2009

Esforço


Com um probleminha na coluna, o Pelelê inicia sessões de fisioterapia e RPG.

Num dado exercício, a fisioterapeuta insiste para que ele fique ereto, bem esticado.

Depois de muito esforço, o Pelelê olha para o papai e desabafa:

- Se eu me esticar mais, papai, meus ossos vão sair pelos olhos!

11 de set de 2009

Mente criativa

Papai está ensinando uma tarefinha da escola ao Pelelê. É preciso escrever uma música infantil relacionada a números e ilustrá-la.

"Um elefante incomoda muita gente. Dois elefantes incomodam, incomodam muito mais".

Canção escrita na página, é hora de desenhar!

Papai dá um tempo e quando vai conferir a arte do Pelelê. Vê um elefante desenhado e outro bicho que ele não sabe o que é.

- Filho, o que é isso?

- Um alien.

- Mas o que é que tem a ver um alien com um elefante, Pê?

- Ele é um alienfante, papai!

9 de set de 2009

Cidadania

Mamãe está procurando um novo apartamento para morar e começa, devagar, a tentar convencer o Pelelê a se mudar, sem tantos dramas.

- Filho, hoje eu vi um apartamento super bacana pra gente morar.

- Mas eu nao quero sair daqui, mamãe

- Mas, Pê, o apartamento que eu vi tem até piscina!

- Mamãe, aqui no prédio também vai ter piscina.

- Vai não, filho.

- Vai sim, vão construir uma, você não sabe?

- Não vai ter piscina aqui não, Pê.

- Mamãe! Vai ter sim! Eu vou fazer um abaixo-assinado para construírem uma piscina aqui! Por que você nunca pensou em fazer isso?

Demasiadamente sincero

Mamãe está com um novo visual e pergunta ao Pelelê o que ele achou.

- Pê, você gostou dos meus cabelos cacheados?

- Não.

- Você achou feio, filho?

- Mamãe, eu achei e todos acharam feio. Você não tem espelho?

21 de ago de 2009

Dorzinha

Na volta da escola, o Pelelê reclama no carro:

- Mamãe, estou com uma azia no coração!

Espelho

Mamãe chega do trabalho, já tarde da noite, e o Pelelê comenta:

- Mami, eu quero ser igual a você: irritada, cansada e jornalista!

9 de ago de 2009

Hamsters 3

Pelelê ainda está muito empolgado com os hamsters.

Dá beijo nos bichinhos, tira-os da gaiolinha. Faz carinho e lhes dá de comer.

Num certo momento, já cansado, desabafa:

_ Mamãe, nunca pensei que criar hamsters fosse tão difícil!

_ Por quê, filho?

_ Ah, eles são tão famosos!!!

_ Famosos?

_ Sim, quando eu mostro eles para as pessoas, todo mundo fica querendo ter um!

Hamsters 2

Pelelê está já há um certo tempo brincando com os novos amiguinhos de estimação.

Numa certa hora, ele comenta:

_ Mamãe, os hamsters deveriam entrar num concurso de xixi. Eles fazem isso muito bem!!!

Hamsters 1

Um dos hamsters faz cocô nos brinquedos do Pelelê e ele exclama:

- Ai meu Deus do meu NOJO céu!

Nova paixão

Pelelê vai a uma exposição de animais e volta com dois novos animais de estimação.

No dia seguinte, ainda super empolgado com a recente aquisição, fala para a mamãe:

_ Mamãe, sabia que agora eu amo mais os hamsters do que você?

3 de ago de 2009

Sem resposta

Pelelê está brincando no computador e sai com uma pergunta difícil:

- Mamãe, você sabe como é o sotaque dos elefantes?

2 de ago de 2009

Irrit@ção

Papai tenta tirar um cochilo na hora do almoço e tudo o que o Pelelê faz é visto como provocação.

Já de saco cheio, o Pelelê olha para a mamãe e comenta:

- Papai é um 'irritante.com', não é?

Efeito Shrek 2

Papai e mamãe chegam para o almoço e o Pelelê abre a porta do apartamento, cumprimentando a todos:

_ Olá, senhora!

_ Olá, senhogro!!

Efeito Shrek

Pelelê se irrita com o papai por alguma bobagem e dispara:

_ Seu ogro!

E o papai retruca, debochando:

_ Você nem sabe o que é isso?

_ Sei sim. É um monstro gordo e feio igual a você!

21 de jul de 2009

Sonho

Mamãe observa o Pelelê dando gargalhadas enquanto dorme. Quando o pequeno acorda, ela indaga:

- Filho, você teve um sonho bacana, né? Você estava rindo tanto de quê?

- Mamãe, eu estava sonhando que era um rei.

- É mesmo?

- É. E você era a rainha.

- Que legal, filho! E papai?

- Ah, ah! Papai era um hamster!

16 de jul de 2009

Passado

- Mamãe, como você era nos anos 70?
- Hum, eu era criança.
- E nos anos 80?
- Eu era adolescente, filho.
- Era muito feia ou só médio feia?
- Era bonita. Por quê, Pê?
- Ora, porque todo mundo dos anos 70 e 80 era feio.

13 de jul de 2009

Viagem

Mamãe passa 12 dias fora de casa. Quando chega da viagem, o Pelelê comenta, aliviado:

_ Ainda bem que você voltou, pois eu não lembrava mais como era sua cara!

Amor

Mamãe chega de viagem, e o Pelelê fala:

- Mamãe, quando a gente morrer, pede para colocarem uma placa no nosso túmulo com a frase "Pedro e Angélica Recém-casados"

19 de jun de 2009

Brincadeiras

Papai está tentando tirar um cochilo no horário do almoço, e o Pelelê corre pelo apartamento, de uma ponta a outra, fazendo muito barulho.

Irritado, papai começa a perder a paciência, com os gritos e brincadeiras, e reclama com o filho.

De imediato, o Pelelê retruca:

- Papai, você é um estressado atômico!

Corpo humano

Pelelê olha a Enciclopédia do Corpo Humano que ganhou do papai.

Após alguns minutos folheando o livro, faz um comentário:

- Mamãe, você sabia que o músculo não é um osso inchado?

14 de jun de 2009

Nascimento

Pelelê está conversando sobre o dia em que ele nasceu e comenta com a mamãe:

- Não queria ter saído pelo seu 'piupiu'!

- Oxe, filho, por que não?

- Eu queria ter saído pela sua barriga.

- Mas, filho, por quê?

- Porque eu saí pelo seu 'piupiu', passei por seus pelos e fiquei me coçando todo!!!

Biologia

Mamãe está mostrando uma enciclopédia sobre o corpo humano para o Pelelê.

E ele pergunta sobre cada imagem que vai vendo.

De repente, param na página sobre tireoide, e o Pelelê pergunta o que é aquela bola grande no pescoço de um homem.

Mamãe explica e o Pelelê comenta:

- Mã, sabia que o Max Steel também tem bócio?

23 de mai de 2009

Beleléu II

Mamãe perde dentro de casa uma revista que acabou de comprar.

Já irritada, depois de procurar em todos os cômodos, embaixo de todos os móveis e não encontrar nada, ela desabafa:

_ Que droga, Pê! Acho que minha revista foi para o Reino Perdido do Beleléu!

- Mamãe, eu acho que o Beleléu tem uma gangue. Isso sim!

Beleléu I

Um brinquedo do Pelelê some e mamãe começa a procurá-lo pela casa toda. Procura que procura, olha que olha em todos os cantos, até que desiste.

Ela olha para o Pelelê e comenta:

_ Filho, nada feito. Acho que seu carro está no Reino Perdido do Beleléu.

- O que é isso, mamãe?

_ É o lugar para onde vão todas as coisas da gente que somem.

- Hum, mamãe, acho que o Beleléu é um menino.

- Um menino? Por quê, filho?

- Porque sumiu meu boneco do Batman, minhas figurinhas do Ben 10, minha meia nova do Homem-aranha...

Adulto

Pelelê está fazendo uma atividade no livro da escola, quando para e pergunta:

-Mamãe, falta muito tempo para eu virar adulto?

- Falta sim, filho. Por que você ser adulto logo?

- Para nao ter de fazer tarefa da escola. O que eu quero mesmo é virar adulto e trabalhar num circo!

15 de mai de 2009

Construindo pontes

Mamãe e Pelelê estão brincando na internet, com um joguinho em que é preciso construir uma ponte para um operário atravessar para a outra margem do rio.

Os projetos nunca dão certo, sempre o operário morre, mas o Pelelê tem uma explicação na ponta da língua:

- Mamãe, é porque às vezes eu tenho ideias bizarras.

11 de mai de 2009

Dia das Mães

Na véspera do Dia das Mães , mamãe está tendo conversinhas melosas com o Pelelê. Papo vai, papo vem, ela se sai com essa pergunta:

- Pê, sabia que você cresceu dentro da minha barriga?

- Sei. Nasci, cresci e saí pelo piupiu. Que nojo!!!

10 de mai de 2009

Homem-água




Mamãe está lendo o jornal. O Pelelê chega, fica observando um pouco e a interrompe, espantado: - Mamãe, mamãe, veja! –Ele fala, enquanto toma o jornal.
- Veja mamãe, é o Homem-água! – exclama o Pelelê, apontando para um anúncio no caderno de Cultura.
Mamãe olha e vê a foto de Ney Matogrosso em pose e trajes espetaculosos.
- Você gosta do Homem-água, filho?
- Não sei, ainda não sei se ele é do bem ou do mal. E também ainda não vi nenhum desenho dele na televisão. Mamãe, qual é o site do Homem-água?
- Hum, deve ser ‘homem água ponto com ponto br’.
- Mamãe, olha, o site está no jornal, olha! Nessas letras brancas!
Mamãe vê o Pelelê apontando para o título do anúncio e lê para o filho:
Ney Matogrosso, dia 10 de maio, no Teatro Paulo Pontes.
- Mamãe! O Homem-água nasceu no Matogrosso? Mamãe, então coloca no laptop do papai; homem água ponto com ponto br ponto matogrosso.
Empolgado, o Pelelê pega a tesourinha da escola e começa a recortar o anúncio. De repente, fica mais entusiasmado ainda e fala:
- Mamãe, veja só! Eu sabia, é um CD de jogos!, explica, o Pelelê, enquanto mostra a logomarca da rádio que patrocina o show de Ney Matogrosso em João Pessoa.
Parecendo incansável com o tema, o Pelelê continua:
- Mamãe, me diz o nome da banca de revistas!
- Hum...
- Mamãe - o Pelelê aponta de novo, com o dedinho, para a logomarca da rádio – me diz qual é o nome da banca que vende o CD de jogos do Homem-água Matogrosso!
Mamãe embarca na brincadeira:
- Hum, filho, é na Cabo Branco FM.
- Mamãe, eu sabia, não é demais! É só a gente ir no Shopping Cabo Branco FM que lá tem uma banca Cabo Branco FM! É muito fácil comprar o jogo do Homem-água! Não é demais?
Mamãe apenas sorri e o Pelelê pergunta:
- Mamãe, você gosta do Homem-Água Matogrosso?
- Hum, acho que sim.
- Ele é massa, né ?
- Hum, hum!
- Mamãe, onde é mesmo que vende o jogo dele?
( Mamãe fica em silêncio)
- Mamãe, é na banca Cabo Branco FM, você não lembra? Até passa na TV, eu vi! E cantarola: Cabo Braaaaaaaaaaaannnco FMIIIIIIIII!!!





2 de mai de 2009

Beleza

Mamãe coloca um vestido novo e fica se admirando em frente ao espelho .

O Pelelê chega e ela pergunta:

- Filho, estou bonita?

E ele responde de pronto:

- Isso é uma piada?

Pescaria

A família acabou de chegar no sítio, e o vovô faz uma proposta para o Pelelê:

_ Pedro véi, vai lá na barragem pescar umas piabas !

O Pelelê não entende e pergunta:

- Mamãe, o que é piaba?

- São peixes pequenos, uns filhotinhos de peixe. Vai lá, pescar!

- Humpf!- resmunga o Pelelê - nunca que eu vou matar um inocente!

28 de abr de 2009

Família

Mamãe está ocupada e o Pelelê começa a chamar:

- Laís! Laís!

Mamãe, obviamente, não responde!

O Pelelê insiste:

_ Laís! Laís!

E se irrita:

- Mamãe, eu estou falando com você!

- Comigo? Mas eu não me chamo Laís...

- Você é Laís, sim, papai é Luís e eu sou Lucas!

Mamãe faz cara de interrogação, mas continua a conversa:

- Filho, eu sou Angélica. Por que você quer que eu me chame Laís?

- Ah, mami, porque eu sempre sonhei ser da Família do L!

24 de abr de 2009

Viagem

Pelelê começa a fazer uma lista para uma viagem imaginária e vai checando o que já está ok:
- Comida - confere; lençois - confere; lanche - confere...

Mamãe vê um desenho que não entende e pergunta.

- Filho, e o que é isso aqui que você vai levar?
- O meu registro de nascimento, mamãe. Para a pessoa saber que você não está me roubando.

19 de abr de 2009

Fama

- Mamãe, você é famosa?

- Não.

- Mas, mamãe, você tem fãs?

- Alguns, filho. Você, seu pai, minha mãe... mas, você queria que eu fosse famosa, Pê?

- Sim! E rica!

- Mas eu não quero ser rica, filho.

- Mãe, só um pouco rica. É que eu queria ter uma kombi, porque eu quero muito dormir numa kombi.

Ajuda

Mamãe e Pelelê estão lavando a varanda.

Mamãe derruba um vaso com um cacto e quando vai levantá-lo, enche as mãos de pequenos espinhos.

- Ai, ai!

- Calma, mamãe, eu vou lhe socorrer - começa a dizer o Pelelê, mas quando corre, cai no chão.

- Quer dizer, depois que eu me socorrer primeiro...

Joelho

A família está no carro, indo para o supermercado.

De repente, o papai faz uma parada brusca. E o Pelelê reclama:

- Papai, não faz isso! Eu estava mordendo meu joelho e quase que engulo ele inteiro, de uma vez só!

3 de abr de 2009

Crise dos 5 anos?

Já é tarde da noite e mamãe tenta colocar o Pelelê para dormir.

Depois de muita conversa, começo a rezar com ele:

_ Papai do céu, obrigada por este dia tão especial, obrigada...

De repente, o Pelelê começa a chorar e a soluçar, muito angustiado. Mamãe não entende nada e tenta saber o motivo do choro:

- Pê, o que você você tem? Está doendo alguma coisa? Fala, filho!

Ele apenas chora e soluça. Mamãe apela mais um pouco e Pelelê desabafa:

- Eu sou um menino qualquer.

(E tome choro).

Sem entender nada, mamãe argumenta que ele não é um menino qualquer, é uma criança especial, muito amada por seus pais, tem brinquedos, roupa, comida etc.

Soluçando, Pelelê fala:

- Sou especial não. Eu sou um menino qualquer e não quero ser um menino qualquer.

- Mamãe tenta consolá-lo com vários argumentos, mas o Pelelê apenas chora. Até que mamãe insiste em saber porque ele se acha um menino qualquer. E ele responde, ainda chorando.

- Eu sou um menino qualquer e não quero ser!

- E o que você quer, filho?

_ Quero ter muita força, quero ter poderes... Quero ser verde!

1 de abr de 2009

Jesus II

Mamãe está almoçando, e o Pelelê chega para mostrar algo.

Ele aponta para o joelho, onde se vê um um arranhão.

- Caiu de novo na escola, filho?

- Foi. Jesus não cuidou de mim de novo.

30 de mar de 2009

Jesus

No caminho para casa, o Pelelê pergunta a mamãe:

- Mainha, Jesus ainda está aqui?

- Filho, ele morreu, ressuscitou, que é viver de novo...

_ Eu sei, ele tinha poderes, né?

- Isso, ele tinha e tem poderes, e agora está no céu.

- Mas, ele está aqui, de novo?

- Ele está no céu, mas também dentro do coração da gente, o tempo todo, cuidando da gente.

- Mamãe, se ele está no coração da gente, por que ele deixa a gente cair?

- Cair?

- Sim, mamãe, cair no chão. Se ele está no coração, pra cuidar da gente, por que a gente cai?

Felicidade

Pelelê está muito contente com um jogo que acabou de encontrar no computador.

A felicidade é tamanha que ele vai falar da sua empolgação para o pai.

- Papai, eu estou tão feliz, que seria capaz de vomitar todos os meus ossos pelos olhos!

Tesouro

Pelelê participa de uma programação do Dia da Família, na escola.

Na volta, mamãe começa a perguntar do que ele gostou mais, do que não achou legal etc.

_ E a caça ao tesouro, foi boa?

- Foi, mas não gostei do tesouro.

- Por quê?

- O tesouro não era US$ 100 milhões! Era só "Bis".

- Mas "Bis" é bom. Você gosta de chocolate...

- Mamãe, "Bis" deixa a criança com o cocô duro.

25 de mar de 2009

Dia de sol

Mamãe e o Pelelê caminham pela rua, num dia de muito calor.

Num dado momento, cansado, o Pelelê fala:

- Mamãe, como está quente! Estou me sentindo um frango assado!

23 de mar de 2009

Clássico

Pelelê está aprendendo a identificar algumas sílabas na escola.

Bem na base do "um B com A, be-a-bá", ele começa a ler os produtos que estão na mesa, na hora do café da manhã:

- V-i VI, ta TA: requeijão!!!

22 de mar de 2009

Casa nova

A família está a caminho de um encontro com o arquiteto.

Empolgado, o Pelelê diz que quer um campo de golfe, uma quadra de basquete e uma piscina na casa que irão construir.

_ Mamãe, sabe também o que eu quero na minha casa? Um parque temático!

_ Ahn?

_ Um parque temático de monstros!

_ Sei.

_ Mamãe, sabe porque o nome é temático?

- Não.

- Porque a pessoa treme de medo!

Publicidade IV

Pelelê e mamãe estão no Centro da cidade, a caminho do Shopping Tambiá.

_ Mainha, as Lojas Americanas ficam na Ri Happy?

_ Não, filho.

_ Mainha, quando a gente sair das Lojas Americanas pode passar na Ri Happy?

_ Não sei se vai dar, filho.

_ Mainha, na Ri Happy tem brinquedos imperdíveis!

_ Hum hum.

_ Mainha, são IM-PER-DÍ-VEIS!!!

_ Sei...

_ Mainha, na Ri Happy tem até Barbie imperdível!

Publicidade III

Mamãe está lendo no quarto e é surpreendida pelo Pelelê!

_ Mainha, no meu lanche você tem que colocar Toddy, porque Toddy " é o sabor da verdade!"

Publicidade II

O Pelelê chega correndo na sala e fala todo empolgado:

_ Mamãe, eu quero estudar inglês no CCAA!

_ Você vai estudar inglês, filho, mas no Yázigi, a escola do seu tio.

_ Não, mamãe, eu quero no CCAA! Lá a criança aprende e não esquece nunca!

_ No Yázigi também, filho.

_ Mamãe, no CCAA até o cachorro não esquece a hora de fazer xixi no poste!

Publicidade I

Pelelê está vendo desenhos na televisão e, de repente, corre esbaforido para a mamãe:

_ Mainha, você compra um suquinho de 'Lucas e as Formigas' pra mim?

_Eu nem sabia sabia que existia esse suco, filho...

_ Mainha, você compra e a gente vai ganhar 10 "casas próprias"! Mainha, são 10 "casas próprias"! Você compra, mainha?

20 de mar de 2009

Futuro

Mamãe está explicando ao Pelelê o que é passado, presente e futuro.

Ele pensa um pouco e pergunta:

- Mamãe, no futuro das pessoas mortas, você vai estar viva?

- Não entendi, filho.

- Mamãe, no futuro das pessoas mortas! Com carros voando no céu! Você vai estar viva?

- Hum, acho que não, filho.

O Pelelê faz beicinho e cara de quem vai chorar e eu corrijo a resposta:

- Acho que vou estar viva sim, Pê, não chora!

- Hum, e eu também?

- Claro, filho!

- Que legal! Vou ver os carros voando no céu! Mas papai não...

- Por quê, filho?

- Porque ele é velhinho. E no futuro das pessoas mortas, ele já vai estar morto!

Visão

Viajando no carro, o Pelelê faz um pedido ao papai:

- Me dá essa caixinha azul.

- Não filho, é para guardar os meus óculos de sol.

- Eu sei, quero guardar o meu.

- Mas, filho, e meus óculos, guardo onde?

- Coloca nos olhos, papai.

Declaração

Logo cedo da manhã, o Pelelê me presenteia com uma inusitada declaração de amor:

- Mamãe, te amo, você é uma Ferrari!

13 de mar de 2009

Filhos

O Pelelê chega para a mamãe e fala:

- Quero cinco irmãozinhos!

- Pê, mas cinco irmãos não dá. São muitos filhos!

- Mãe, eu quero cinco irmãos e todos vão se chamar Pedro de Oliveira Lúcio Carneiro!

- Pê, não dá mesmo! Já pensou a confusão que seria! Cinco irmãos e ainda mais com os nomes iguais! Imagine na hora de chamar para tomar banho, almoçar...

- Que nada! Chama assim: - Pedrooooos! Hora de almoçar!

12 de mar de 2009

Impaciência

Pelelê está brincando no computador com o papai.

Com a demora para carregar os jogos, ele começa a ficar impaciente:

- Abre logo! Abre logo!

O papai tenta acalmá-lo e argumenta:

- Filho, não fica assim, às vezes demora mesmo.

- Papai, os lobos se estressam rápido, e eu sou um lobo, não sabia?

Desenhos

Mais uma vez, o Pelelê quer assistir a desenhos animados no Cartoon Network.

Mamãe não gosta do que está passando e tenta convencê-lo a mudar de canal :

_ Filho, que tal a gente ver algo no Discovery Kids? Está passando um desenho educativo ótimo!

_ Não gosto.

_ Mas filho, é tão bom!

_ Mamãe, desenho educativo não mostra lutas, e eu preciso aprender a lutar!

3 de mar de 2009

Lápis

Mamãe arruma a mochila do Pelelê e encontra todos os lápis e borrachas mordidos.

_ Pê, por que você está fazendo isso? Olha como estão feios!

_ É porque meus dentes estão nervosos, mamãe!

Subserviência

Mamãe está colocando o Pelelê para dormir, já tarde da noite.

Ele diz que está com sede e pede um copo d' água.

Quando o papai sai do quarto em direção à cozinha, o Pelelê se aproxima da mamãe e cochicha:

_ Ele faz tudo o que a gente quer, né?

_ É porque ele é o nosso amor - meu e seu, Pê.

- Que nada, é porque ele é nosso escravo!

2 de mar de 2009

Raiva

Mamãe está impaciente com o Pelelê. Mais uma vez, ele dá trabalho, muito trabalho para almoçar.
Mamãe começa a se chatear e fala:
- Pê, você está me deixando com raiva. Olha só, daqui a pouco eu viro a mamãe Hulk!
Pelelê olha, não se abala e tampouco diz alguma coisa.
Mamãe insiste:
- Filho, é verdade. Estou virando a mamãe Hulk. Veja meus olhos, já estão ficando verdes!
Tranquilo, o Pelelê olha e responde:
- Estão não. Ninguém consegue virar o Hulk tão rápido. Nem mesmo você, mamãe.

25 de fev de 2009

Apelação

Ansioso por algum companheiro de brincadeiras, o Pelelê se empolga nas promessas:

_ Mamãe, se você deixar Lia e Gabriel dormirem lá em casa, eu compro pra você uma Barbie linda, com um pônei cor-de-rosa!

Decifra-me

Pelelê está brincando com seus bonecos preferidos e ,do nada, pergunta:

- Mamãe, esfinge é do mal?

- Não necessariamente, filho.

- Lembra - ele continua - que você disse que se a gente errasse a resposta da pergunta que ela fizesse, ela devorava a gente? Lembra?

- Mas...

- Então, mamãe, por que agora você quer me dizer que ela é do bem?

20 de fev de 2009

Profissão

Mamãe mostra para o Pelelê a planta da casa onde irão morar no futuro.

Explica daqui, explica dali, ele pergunta a diferença entre arquiteto e engenheiro.

Mamãe fala e depois pergunta:

_ Pê, o que você vai ser quando crescer? Você quer ser engenheiro?

- Não.

- Você quer ser arquiteto?

- Não.

- E você quer ser o quê, filho?

- O Hulk!

- Por quê?

- Para salvar o mundo, lezinha.

Rima

Pelelê está aprendendo rimas na escola.

Um dia, cedo da manhã, ele se sai com essa:

"Butterfley é borboleta pra carai!"

Mais surpresa com o palavrão do que com a rima (que ele é bom nisso!), mamãe esbraveja:

- Filho, onde você aprendeu essa palavra?

_ Butterfly? No filme da Barbie, mamãe.

17 de fev de 2009

Duelos

A mais recente brincadeira do Pelelê é fazer duelos com desenhos feitos numa cartolina. Mamãe faz algum boneco e ele sempre cria outro com poderes muito superiores.
Num dia desses, no meio de um embate, a família de guerreiros dele perde o único filho. De imediato, o Pelelê cria um filho-robô.
Para provocar, mamãe argumenta:
_ Mas, Pelelê, não dá certo, pois filho-robô não sabe dar carinho.
_ Mas o meu sabe, sim. O meu filho-robô tem um chip de carinho, mamãe!

Palavras

Mamãe está ensinando uma tarefa pra o Pelelê. Insiste de cá, insiste de lá, ele se sai com essa:
- Mamãe, você é uma obcecada!
- O quê? Você sabe o que é isso, filho?
_ Não, mas conheço a palavra.
Então, mamãe resolve dar uma explicação por alto.
- Filho, obcecada é uma pessoa que só pensa em uma coisa. Só numa coisa - o tempo todo!
Ele fica pensativo, e indaga:
- Mamãe, você sabe o que é 'obcedois'?
- Não, o que é filho?
- Obcedois é uma pessoa que só pensa em duas coisas! ...

16 de fev de 2009

Explicação

Após encontrar ursos, guerreiros, cães e até caraguejos 'cegos' pelo meio da casa, a mamãe resolve interpelar o Pelelê

- Filho, você está arrancando os olhos de todos os seus bonecos?

- É porque eu sou olhívoro, mamãe!

9 de fev de 2009

Pré-história

Mamãe está num shopping com o Pelelê e mostra para ele um carro.
- Pê, olha só, esse carro é do século passado.
- Do tempo das cavernas? - ele pergunta
- Não filho, no tempo das cavernas não tinha carro.
- Não tinha carro? E como os homens das cavernas faziam para ir ao shopping?
- Não existia shopping na pré-história, filho.
- Não? E como os homens das cavernas faziam para comer hambúrger?
- Também não tinha hambúrger. Quando tinham fome, eles saíam para caçar algum animal, matavam, tiravam a carne e assavam numa fogueira.
- Hum, então, como eles faziam para comer o hambúrger?
- Não tinha hambúrger nenhum, filho, já disse.
- Mas, eles não tinham a carne, então, só faltava comprar o pão do hambúrger. Então, onde eles compravam o pão do hambúrger?

Impossível

Numa tarde de domingo, o Pelelê está 'impossível'. Danado que só a mulestinha, virado num dindin.
Impaciente, mamãe começa a reclamar:
- Filho, estou perdendo a paciência. Por que você faz isso? Por que você está tão danado? Por que você está sendo tão malcriado?
Sem nem piscar, o Pelelê dá uma resposta direta:
_ É da minha natureza, mamãe.

4 de fev de 2009

Nas nuvens

Pelelê inicia uma conversa muito científica com a mamãe. Lá para as tantas, arremata:
_ Mamãe, eu quero uma piscina sem gravidade na minha casa!
- Para quê, filho?
- Para eu ficar flutuando, né?

Viagem

- Papai, de quantos dólares eu preciso para ir pro espaço sideral?

19 de jan de 2009

Perguntas ao amanhecer do dia

_ Mamãe, por que os urubus comem carne de humanos?

- Por que o peixe solta bolhas debaixo d'água?

- Por que as vacas têm padrão de manchas diferentes?

-

5 de jan de 2009

Saudade

Após ficar vários de férias no sítio da vovó, o Pelelê volta para a casa dos pais.

Ele dá um abraço bem apertado e diz:

- Mamãe, quase que eu vomito um tubarão de tanta saudade!

Nova oração

Caminhando na orla, o Pelelê resolve antecipar a hora da oração:

- Papai do céu, obrigada pelo dia de hoje e pelas brincadeiras. Proteja vovó, vovô, todas as pessoas que eu conheço e as que eu não conheço também. Proteja até as pessoas da China e do Japão, amém!

Frankenstein

Pelelê abraça a mamãe bem cedo da manhã e fala, empolgado:

- Minha mamãezinha, do bumbum grande, da barrigona e do peitinho falso!