12 de dez de 2012

Revista

Mamãe está lendo uma revista, encontra uma informação sobre lição de casa e resolve partilhar com Pelelê: - Pê, "pesquisas comprovam que crianças que fazem lição de casa aprendem mais, têm notas melhores e são mais seguras". - Qual o nome dessa revista, mamãe? - Veja. - Mã, pesquisas comprovam que todas as matéria da Veja são mentirosas.

10 de dez de 2012

Banco de negócios

Pelelê está brincando com uns primos na sala, enquanto mamãe lê uma revista ali perto. - Na regra desse jogo dá até para roubar na poupança! - Que comentário é esse, filho? - É verdade, mamãe! E também dá para ser Pedrinho Cachoeira! - O quê, Pedro! - Pedrinho Cachoeira, mamãe! Ganha dinheiro até enquanto está na cadeia!

28 de nov de 2012

Hora do banho

Mamãe manda o Pelelê tomar banho. Ele não vai. Mamãe manda de novo. E de novo. E de novo. Mamãe perde a paciência: - Pê, vá para o banheiro agora! E tome um banho de vergonha, viu? Pelelê vai ao banheiro e volta num piscar de olhos, enrolado numa toalha e com os cabelos molhados: - Pronto! Tomei um banho em 30 segundos! Está com vergonha agora?

23 de nov de 2012

Proposta

Conversinha no café da manhã: - Mã, como é o nome daquela lei que diz que homem não pode bater em mulher? - Lei Maria da Penha, filho. - Mamãe, eu quero que tenha uma lei chamada Pedro Lúcio! - E essa lei vai ser sobre o quê, Pê? - Lei Pedro Lúcio. Para ninguém poder bater em mulheres, homens, crianças, idosos, para ninguém poder bater em ninguém!

Vida de criança

Mamãe está no computador e Pelelê chega com uma boa notícia: - Mã, agora eu sou uma criança bem saudável! Faço natação, ando de bicicleta e tenho várias marcas da infância no corpo!

1 de nov de 2012

Coletivos

Pelelê recebe as provas da escola e mamãe vai dar uma olhada. Na de português, errou uma questão sobre coletivos. - Pê, vara não é coletivo de galhos. _ É sim, mamãe. - Pé, vara é coletivo de porcos. - Porcos? Mamãeê... Nunca vi uma vara feita de um monte de porcos! Você já viu?

25 de out de 2012

Jornal

Mamãe está no trabalho e atende a um telefonema do Pelelê: ‎_ Mamãe, vai chegar quantas horas hoje? - Não sei, filho. - Mamãe, vai chegar cedo ou vai demorar muito? - Não sei, filho. Vou chegar na hora em que acabar tudo aqui no jornal. - Mamãe, manda todo mundo fazer logo essas notícias e vem embora!!!

Bipolar

Pelelê está jogando no computador e faz uma pergunta a mamãe: - Mã, você acha que é tripolar? - Eu não, filho! - Pois eu sou, quando perco nos games. - E você sabe o que é bipolar, Pê? - É um pedaço a menos do tripolar.

31 de ago de 2012

Geladeira

Mamãe decide pintar a geladeira de amarelo, mas está na dúvida entre o amarelo manga e o amarelo ouro e vai ouvir a opinião do Pelelê. - Filho, você prefere qual cor? - Nenhuma! - Escolha uma, já decidi, Pê. - Mamãe, você está louca, é? Pensa que ainda vive nos anos 70 ou 80? Mamãe, por favor, construa uma casa só pra mim, que eu não quero morar nessa sua casa só com jeito de antiga, não!

Significado

É cedo da manhã, e o Pelelê acorda a mamãe com uma pergunta caprichada: - Mamãe, o que é "adiar pra trás"? - Antecipar? - Isso! Mamãe, você pode antecipar o fim do meu castigo?

11 de jul de 2012

Velhice

Mamãe está colocando o Pelelê para dormir e ele resolve fazer uma pergunta: - Mamãe, porque você e papai só resolveram ter filho quando já eram velhos?

Interpretação

Mamãe chega do trabalho, cruza os braços e senta em frente à TV. Pelelê chega perto, olha, olha pensativo e dispara: - Mã, sabia que quando a pessoa fica de braços cruzados significa que não está aberta a novidades?

21 de jun de 2012

Leitura

- Mã, sabia que é bem melhor ler o livro do filme do que o filme? - Você acha, filho? - Acho sim, mamãe. Com o livro do filme você para a hora que quiser, não perde a história, pois é só marcar a página, e pode até dormir para depois continuar a ler. - Mas com o DVD você também pode dar essa paradas, filho. - É, mã, mas eu estou falando do filme no cinema, entende? Por isso o livro do filme é muito melhor que o filme!

Pura ciência

Pelelê acorda e vai dar 'bom-dia' para a mamãe: _ Mã, você sabia que o barulho que a gente escuta quando estala os dedos são bolhas que estouram? - Como? - Tem um fluido dentro dos dedos e eles formam bolhas, entende? Daí quando a gente estala os dedos, elas estouram.

13 de mar de 2012

Sinceridade

Mamãe mostra ao Pelelê uma foto no jornal com atrizes de peito de fora, num ato pelo Dia Internacional da Mulher.

- Filho, sabe por que elas estão assim?

- Não.

- Para lutar contra o machismo, o preconceito e para mostrar que também podem fazer o que os homens fazem.

- Sei.

- Pê, eu tambem vou fazer isso - Fala a mamãe, já tirando a camiseta.

- Nããoooooooooooooooooooooo!

- Por quê, filho? Deixa de preconcei...

- Mamãaaaê! Você não é tão bonita assim!

24 de fev de 2012

Linguagem

Entreguei a caixa de um remédio ao Pelelê e pedi para ele passar a mão.

- Filho, você sabe o que é isso?

- Sei. Libras!

- Não, filho, libras é aquela linguagem com as mãos!

- Ah, mã, já sei! Aqui na caixa é linguagem em Bráulio!

13 de fev de 2012

Escola

Mamãe visita com o Pelelê a escola bilíngue que tio Pepe acaba de abrir em João Pessoa.

_ Filho, essa escola é linda mesmo, hein?

- É, sim, mamãe, eu quero estudar aqui.

- Ah, filho, não pode, só para crianças até os 5 anos.

- Como não pode, mamãe? Esse é ou não é um país livre?

2 de fev de 2012

Uma festa

Mamãe está conversando com o Pelelê e começa a rir com o que ele diz.

_ Filho, você é uma pândega mesmo!

- Mã, eu não sou uma festa, eu sou um pândego, o que participa da festa! Na verdade, mamãe, eu sou uma blague!

_ O quê?

_ uma piada, mamãe! Eu sou uma piada!

- Pê, você é mesmo uma coisa!

- Mã, eu não sou uma coisa, eu sou uma pessoa, uma pessoa!